Pular para o conteúdo principal

A Marca da Besta.




 “fez que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos, lhes fosse posto um sinal na mão direita, ou na testa, para que ninguém pudesse comprar ou vender, senão aquele que tivesse o sinal…” (Ap 13:16-17)
Assim como é o caso do número da besta, a marca da besta também sempre foi causa de muita especulação. Muitos daqueles que interpretam a besta como significando algo contemporâneo ou futuro a nós que estamos no século XXI acreditam que a marca da besta será algum tipo de chip implantado sob a pele das pessoas de forma que esse se torne o único meio de efetuar transações econômicas. Costumam acreditar que existe em nosso próprio tempo uma conspiração mundial para unificar todo o sistema econômico do mundo de forma que tudo seja submetido ao poder da besta. Mas em um livro cheio de dragões, bestas e criaturas semelhantes, é fatal achar que não devemos pensar duas vezes antes de entender as visões literalmente. Devemos comparar Escritura com Escritura e não Escritura com nossa própria imaginação para chegar a conclusões sólidas sobre o que cada símbolo significa. Devemos procurar na própria Bíblia pistas pra compreender o que o Apocalipse significa em fez de deixar nossa imaginação voar com base no noticiário do dia.
A ideia de um povo sendo marcado na testa ou na mão tem origem no livro de Deuteronômio: “Ouve, ó Israel; o Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças. E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; e as ensinarás a teus filhos, e delas falarás sentado em tua casa e andando pelo caminho, ao deitar-te e ao levantar-te. Também as atarás porsinal na tua mão e te serão por frontais entre seus olhos”. (Dt 6.4-8) Este mandamento foi citado por Jesus Cristo como sendo maior de todos os mandamentos da Lei de Deus: “Mestre, qual é o grande mandamento na lei? Respondeu-lhe Jesus: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento”. (Mt 22.36-38) O coração, sendo um órgão de nosso corpo, não pode ser aberto por meio de uma cirurgia pra que literalmente escrevamos palavras lá. Também não era possível que toda a Lei de Deus fosse literalmente atada na mão ou na testa entre os olhos . A ordem de Deus aqui não pode possivelmente ser entendida literalmente. A linguagem aqui é evidentemente figurada.
Na Bíblia o coração costuma se referir figuradamente ao centro das vontades, desejos e intenções do homem. Quando Deus diz que sua Lei deve ser inscrita em nossos corações, ele não está mandando que façamos uma cirurgia. Ele está ordenando que nossas vontades e desejos sejam submissos aos seus mandamentos. Assim também, quando ele fala da Lei de Deus na testa diante de nossos olhos, ele está falando figuradamente que devemos amar a Deus “de todo o teu entendimento”. (Mt 22.37) E quando Deus fala de sua Lei atada em nossa mão, ele está falando figuradamente do dever de amá-lo “de todas as tuas forças”. (Dt 6.5)
Esse é o pano de fundo para a visão da marca da besta. Os servos da besta não tem a Lei de Deus atada na testa (mente) ou na mão (força). Eles não prestam obediência a Deus e sim a besta. O objetivo do Apocalipse não era alertar sobre um chip que só viria séculos depois. Era alertar sobre o perigo de prestar obediência e culto aos imperadores de Roma. Era alertar sobre o perigo de substituir os mandamentos de Jesus Cristo pelos mandamentos de deuses pagãos. Quando João mandou seus destinatários não fossem marcados pela besta, isso realmente era uma possibilidade a eles. Não seria possível somente para nós mais de dois mil anos depois, mas era algo para aqueles que estavam sendo perseguidos e caçados por Roma. Aqueles que se recusavam a adorar Nero eram brutalmente perseguidos. Não podiam levar suas vidas normalmente. Não podiam comprar ou vender. Perdiam a casa, a família, os bens, a honra e até a própria vida.
A marca da besta não é a única marca do Apocalipse. Alguns versos depois, lemos sobre outros que também foram marcados: “E olhei, e eis o Cordeiro em pé sobre o Monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que traziam na testa escrito o nome dele e o nome de seu Pai”. (Ap 14.1) Esta não era uma tatuagem que Deus faria na testa de seus eleitos. É somente uma forma figurada de falar da obediência daqueles que tiveram coragem de resistir ao Império. Podiam ser roubados, perseguidos e brutalmente assassinados. Mas “venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até a morte”. (Ap 12.11) Isto é o que o próprio Jesus já havia ensinado: “Quem achar a sua vida perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim achá-la-á”. (Mt 10.39)

Comentários

  1. A marca da Besta nada tem a ver com um chip.

    De acordo com Deuteronômio 6:1 ao 8, a marca na "mão e na testa" tem relação com os mandamentos.

    A marca da Besta na "mão e na testa" tem relação com os mandamentos da Besta. Os mandamentos que ela mudou (leia Daniel 7:23 ao 25).

    Ao receber a "marca na mão e na testa" da Besta, você estará aceitando essa mudança nos mandamentos, pela Besta. Estará aceitando a autoridade da Besta em mudar os mandamentos e receberá a marca na "mão e na testa", que tem relação com os mandamentos e a Lei de Deus.

    O 666 significa "número de homem", assim como a Besta tem "olhos, como de homem" (Daniel 7:8) e "uma boca que proferia arrogâncias e blasfêmias" (Apocalipse 13:5).

    O 666 significa um poder de "homem", humano, que é "arrogante e blasfemo" a ponto de mudar a própria Lei de Deus.

    O número 6, simboliza o homem, o humano. E o número 7, a perfeição, o divino.

    O homem foi criado no dia 6, em Gênesis 1:16 ao 31. 6 dias deveria trabalhar, mas o SÉTIMO pertencia a Deus, para lembrá-lo como Criador e Legislador dos mandamentos (Ezequiel 20:20).

    Submeter-se ao 666, é submeter-se ao humano. A Lei alterada pela Besta, um poder humano.

    Submeter-se a Deus, é submeter-se ao Criador e sua Lei, sua autoridade divina.

    Isso fica muito claro no Apocalipse:

    "Se alguém adora a besta e a sua imagem e recebe a sua MARCA NA TESTA ou na MÃO, também esse beberá do vinho da cólera de Deus... Aqui está a perseverança dos santos, os que GUARDAM OS MANDAMENTOS DE DEUS (e não da Besta) e a fé em Jesus" (Apocalipse 14:9 ao 12)

    "Não danifiqueis nem a terra, nem o mar, nem as árvores, até selarmos na TESTA os servos do nosso Deus" (Apocalipse 7:3)

    Existe uma contrafação sobre aqueles que recebem os mandamentos da Besta na testa e na mão e aqueles que aceitam os mandamentos de Deus, na testa.

    "para que temas ao SENHOR, teu Deus, e guardes TODOS os seus estatutos e mandamentos que eu te ordeno, tu, e teu filho... Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o coração... Estas palavras que, hoje de ordeno estarão no teu coração; tu falarás a teus filhos... Também as atarás como SINAL NA TUA MÃO e na tua TESTA." (Deuteronômio 6:1 ao 8)

    O sinal na mão e na testa tem relação com a Amar a Deus e guardar seus mandamentos e não os mandamentos da Besta.

    "Aquele que me ama, guarda os meu mandamentos".

    O que acontecerá no fim é que guardar a Lei de Deus será difícil, pois a Besta, Roma, ao unir os países e religiões através do ecumenismo, colocará sua própria Lei como norma a ser seguida e observada por todas as nações e religiões, como meio de promover PAZ, ORDEM, e uma solução para os problemas sociais, ambientais, políticos....

    Mas está escrito:

    "Quando andarem dizendo: Paz e segurança, eis que lhe sobrevirá repentina destruição". (1 Tessalonicenses 5:3)

    Quando falarem de paz, os "ventos da destruição" de Apocalipse 7, serão soltos e logo o Senhor voltará.

    É isso que o Papa está fazendo nesse exato momento, unificando religiões e nações, e promovendo a "PAZ", num mundo perturbado, e o mundo já começou a se "maravilhar com a Besta" (Apocalipse 13:3)

    Um abraço! andreasjmuller@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O chip pode nao ser a marca da besta, mais com certeza é a unificação da moeda. Por isso que o Espírito Santo nos dê o real entendimento para estas coisas.

      Muitos podem até dizer: "Eu sou 'evangélico', e isso só importa entre eu e Deus, não preciso sair por aí mostrando ser crente ou não, o que importa é que tenho Deus na minha vida". Essas pessoas dizem isso para se defenderem ou até mesmo acreditarem que viver uma vida de cristão não necessita mudar de vida ou de estilo para ser reconhecido como um verdadeiro cristão. A Bíblia é nítida e Jesus diz: "Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus." (Mateus 7:21).
      Nos dias atuais, muitos dizem, mas poucos vivem. Muitos vivem o mundo, mas não vivem a Cristo. Devemos ser DIFERENTES, devemos iluminar esse mundo em meio as trevas que está. Jesus chama tanto a mim, quanto a você para sermos o contrário desse mundo, para amar o contrário do que esse mundo ama e ainda nos aconselha:
      "Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele." (1 João 2:15) E "Sabemos que somos de Deus, e que o mundo inteiro jaz no Maligno." (1 João 5:19).
      Não deixamos que a modinha do mundo venha adentrar os nossos corações, porque nós somos igreja, somos templos do Espírito Santo, somos vasos nas mãos do Oleiro (Deus). Somos (e temos que ser mesmo) um exemplo de semelhança a Cristo nessa terra, e não podemos perder esse brilho. Se algo for brilhar em nós, que seja a luz de Jesus Cristo.

      Excluir
  2. Amém, pastor!

    Como o senhor disse que a marca da mão e na testa, tem relação aos mandamentos de Deus, e a marca da Besta é dada na mão e na testa, também, como forma de Satanás "imitar" a Deus (pois é só isso que ele faz), como o senhor relaciona Daniel 7:25, onde é visto que a Besta mudaria a Lei de Deus, com Apocalipse 13 onde é dito que essa lei (da Besta) é colocada na "mão e na testa" ?

    Como o senhor relaciona Apocalipse 13, com Daniel 7:25?

    Um grande abraço! Gostei muito do seu texto!

    ResponderExcluir
  3. Acho que Pr. Foi bem claro..os lideres de Roma com seus ensinamentos falsos Dn: 7.25.. a marca na testa e mão de Ap:13..refere - se em viver ou ñ os ensinamentos, de Deus ou do mundo pagão..naquele tempo Roma..

    ResponderExcluir
  4. Acho que Pr. Foi bem claro..os lideres de Roma com seus ensinamentos falsos Dn: 7.25.. a marca na testa e mão de Ap:13..refere - se em viver ou ñ os ensinamentos, de Deus ou do mundo pagão..naquele tempo Roma..

    ResponderExcluir

Postar um comentário