quinta-feira, 17 de agosto de 2017

O QUE É PROPICIAÇÃO?



O QUE É PROPICIAÇÃO?



Paulo se refere à obra salvadora de Jesus Cristo como uma obra de propiciação (Rm 3.25). João também diz que Cristo fez propiciação pelos nossos pecados (1Jo 2.2 e 4.10). A respeito da encarnação de Cristo, o escritor de Hebreus afirma: "Por isso mesmo, convinha que, em todas as coisas, se tornasse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote nas coisas referentes a Deus e para fazer propiciação pelos pecados do povo." (Hb 2.17). Diante disto precisamos saber o que significa fazer propiciação. Entender o que é propiciação é entender a natureza do que Deus fez por nós em Cristo.



No hebraico do Velho Testamento a palavra propiciação significa "cobrir" (Lv 4.35 - o termo "fazer propiciação" é literalmente "cobrir"). A idéia é de que o pecado ou a pessoa que pecou é coberta diante de Deus. Como diz Habacuque, o Senhor Deus é tão puro de olhos que não pode ver o mal (Hb 1.13) e ficar impassível. Por causa da natureza santa e justa de Deus, o pecado provoca nele uma reação de desprazer, de ira, de indignação e de punição. Por isso a cobertura ou propiciação é provisão de Deus que visa "cobrir o pecado dos seus próprios olhos", desviando, assim, a sua santa ira e seu desprazer.



Desta forma, a propiciação pressupõe a ira e o desprazer de Deus, e o propósito da propiciação é a remoção desta ira. Considerando que todo o esquema sacrificial do Antigo Testamento apontava e prefigurava a obra redentora de Cristo, o significado de propiciação no Antigo Testamento não poderia ser diferente do seu significado no Novo Testamento. No Novo Testamento, assim como no Velho, o conceito significa aplacar, pacificar, acalmar, tornar favorável. Este era o pedido do publicano que orava dizendo: "Ó Deus sê propício a mim, pecador!" (Lc 18.13).



De modo que, fora de Cristo, todos estão condenados. Fora de Cristo estaríamos todos debaixo da condenação da Lei. É também em Cristo e por causa de Cristo que temos propiciação. Fora de Cristo e sem Cristo, Deus continuaria contra nós. Toda esperança que alguém possa ter de ser aceito e recebido por Deus, sem Cristo, é falsa e ilusória.

Rev. Paulo Ribeiro Fontes (Pastor de IP Ebenézer/Santana)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUE NOJO

PRECISAMOS DE CRISTO.As doutrinas os dogmas, nas igrejas criaram pessoas sem amor,sem misericórdia, tem muitos que estão doentes.......C...