Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2017

Contribuindo para o Reino de Deus

Contribuindo para o Reino de Deus
Os abusos quanto ao levantamento de recursos financeiros praticados por igrejas neopentecostais acabaram por tornar bastante delicada a questão da contribuição financeira nas igrejas evangélicas em geral. O abuso, porém, não invalida a realidade de que as igrejas genuinamente­ evangélicas precisam de recursos para manter seus trabalhos regulares. A Bíblia nos ensi­na várias coisas acerca do dinheiro.
1) De quem é o dinheiro? Todas as riquezas que existem no mundo pertencem a Deus, por direito de criação (Salmo 24.1) e por direito de capacitação, isto é, é Deus quem nos dá saúde, forças e oportunidades para ganharmos dinheiro (Deut 8.18). O cristão deve se consci­en­tizar­ de que ele é apenas gerente­, e não dono dos recursos de que dispõe.
2) Deus tem um plano para o dinheiro­ que nos confia.
• Devemos suprir as nossas necessidades e da nossa família. Deus sabe que temos necessidades (Mateus 6.31-32) e que o dinheiro­ é usado­ para supri-las (…

Resposta a um Padre católico romano

Nem todas as palavras aqui são minhas, www.monergismo.com. Por séculos a igreja católica permaneceu com sua visão deturpado das escrituras, até então antes da reforma ouve tradutores do novo testamento do grego e hebraico para a língua do povo, conforme seu país.Os tradutores traduziram da mesma fonte e diferente de roma para refutar as heresias católica. Graças a Deus que não estamos dependentes da tradução católica mas dos reformadores...hoje eles (católicos) usam a bíblia na missa graças os protestantes, um leigo era proibido ler a bíblia até então porque era em Latim, por isso alguns pré reformadores já estavam traduzindo o novo testamento. O povo católico tem liberdade de ler a bíblia hoje em dia graças aos protestantes..A fonte mais confiável é a do primeiro e segundo século a qual foi escrita pelos os Apóstolos, e nessa época não  existia igreja católica romana.

O Testemunho Interno do Espírito Santo

O critério essencial é o mesmo que levou ao reconhecimento do Antig…

FUNDAMENTOS DA GRAÇA

A Palavra de Deus o apresenta como o ser que controla todas as criaturas e delas dispõe (Dn 4.35; Is 45.7; Lm 3.38), como o Altíssimo (SI 47.2; 83.18), como o governador do céu e da terra (Gn 14.19; Is 37.16) e como aquele contra quem ninguém pode resistir (2Cr 20.6; Jo 41.10; Is 43.13). Ele é o Todo Poderoso que faz todas as coisas segundo o conselho da sua vontade (Ef 1.11; cf. Is 14.27; Ap 19.6),

O QUE É PROPICIAÇÃO?

Vivemos pela Lei ou pela Graça?

Vivemos pela Lei ou pela Graça?
Em Gálatas 5.2,3, Paulo orienta os irmãos que se deixavam ser circuncidados que a atitude deles não eram louváveis, pois a circuncisão era uma atitude praticada no tempo da Lei. Paulo disse que tais irmãos, que aceitavam tal prática, deveriam seguir toda a lei. Uma vez que ninguém consegue cumprir toda a Lei (exceto Jesus), Tiago 2.10 afirma que qualquer pessoa que descumprir um só preceito dela será culpado por toda a Lei. Ninguém pode adotar dois métodos de vida para ser aceito por Deus. Ou segue-se toda a Lei ou crê no sacrifício de Jesus e vive-se pela fé nEle. Paulo vai mais fundo e afirma que as pessoas que ainda tentam seguir a Lei, hoje, estão anulando o sacrifício de Jesus (Gl 5.2).
É comum entre nós, ainda que de forma inocente, não proposital, tentar resgatar alguma coisa da Lei na tentativa de sermos aceitos por Deus, de sermos mais santos. A única forma de sermos aceitos por Ele é crer no sacrifício de Jesus e andarmos como E…